Escárnio sem Sentido
Home AsKill Me Archive Random
Blogroll


Cuidado, leitor, ao voltar esta página! Aqui dissipa-se o mundo visionário e platônico. Vamos entrar num mundo novo, terra fantástica, verdadeira ilha Baratária de D. Quixote, onde Sancho é rei e vivem Panúrgio, sir John Falstaff, Bardolph, Fígaro e o Sganarello de D. João Tenório: — a pátria dos sonhos de Cervantes e Shakespeare. Quase que depois de Ariel esbarramos em Caliban. A razão é simples. É que a unidade deste livro funda-se numa binomia: — duas almas que moram nas cavernas de um cérebro pouco mais ou menos de poeta escreveram este livro, verdadeira medalha de duas faces.
»
Track: Olha só, Moreno

Artist: Mallu Magalhães

Album: Pitanga

Eu sei que o tempo anda difícil e a vida tropeçando. Mas se a gente vai juntinho, vai bem.

(Source: drugsdrugs)

5 hours ago · reblogged from iniludivel · originally drugsdrugs · 81 notes ·
· reblog
7 hours ago · reblogged from vitima-do-dualismo · originally insight-jd · 94 notes ·
· reblog

(Source: enamoradadeunachica)

7 hours ago · reblogged from oxigenio-dapalavra · originally enamoradadeunachica · 21,809 notes ·
· reblog
Aguente firme, querida, é um mundo muito louco.
Velho Bukowski.  (via sempreporperto)

(Source: perigeu)

7 hours ago · reblogged from sempreporperto · originally perigeu · 41,229 notes ·
· reblog
8 hours ago · reblogged from vitima-do-dualismo · originally vitima-do-dualismo · 1 note ·
· reblog

Velho, não.
Entardecido, talvez.
Antigo, sim.


Me tornei antigo
porque a vida,
tantas vezes, se demorou.
E eu a esperei
como um rio aguarda a cheia.


Mia Couto
8 hours ago · reblogged from eu-sem-poesia · originally eu-sem-poesia · 160 notes ·
· reblog
A esperança não murcha, ela não cansa, também como ela não sucumbe a crença. Vão-se sonhos nas asas da descrença, voltam sonhos nas asas da esperança.
Augusto dos Anjos  (via cadaver-de-poeta)

(Source: oxigenio-dapalavra)

8 hours ago · reblogged from cadaver-de-poeta · originally oxigenio-dapalavra · 3,369 notes ·
· reblog

Jim Morrison photographed by Joel Brodsky, 1967.

(Source: babeimgonnaleaveu)

9 hours ago · reblogged from oxigenio-dapalavra · originally babeimgonnaleaveu · 954 notes ·
· reblog
Se tens um coração de ferro, bom proveito.
O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo dia.
José Saramago  (via racionador)
9 hours ago · reblogged from cadaver-de-poeta · originally racionador · 3,232 notes ·
· reblog
CT